segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Montevideo-UY: más danza! viernes de noviembre


Lucía Valeta
escreveu





El cuerpo en acción / impulso, alineación, coordinación / secuencias coreográficas que apuntan a trascender límites y capacidades / espacialidad y temporalidad propia / el peso del cuerpo y el cuerpo en el espacio. 
 
taller de danza y creación casarrodanteMaldonado 1921 - Montevideoteléfono:  098755757www.crr-danzaycreacion.blogspot.com
casarrodante.danzaycreacion@gmail.com
 
________________ 
Viernes de Noviembre
________________

Técnica en danza contemporánea con Lucía Valeta,  Adriana Belbussi,  y Natalia Burgueño
  Viernes 4 / 11 / 18 / 25 //   20 a 22 hs. 

________________

costo:   $800  - clase suelta $230

--
taller de danza y creación casarrodante
Maldonado 1921 - Montevideo
teléfono:  098755757
www.crr-danzaycreacion.blogspot.com
casarrodante.danzaycreacion@gmail.com




sábado, 29 de outubro de 2011

Estreia da série Figuras da Dança 2011 na TV Cultura


Comunicação SPCD
comunicacao@spcd.com.br
enviou

Estreia da edição 2011 da série Figuras da Dança, na TV Cultura,
nesta madrugada de sábado para domingo, às 0h15

clique para ampliar


quarta-feira, 26 de outubro de 2011

São Paulo: Inscrições para o EDITAL VOCACIONAL 2012


Valeria Cano Bravi
encaminhou


Oportunidade de trabalho
Inscrições para o EDITAL VOCACIONAL 2012
Confiram informações abaixo
Valéria Cano Bravi
Coordenação do Curso de Dança
Universidade Anhembi  Morumbi
55 11 2790-4579
 

 
Caros Coordenadores e Professores, 
 
O edital do Vocacional, já esta disponível para consulta no link abaixo.
 
A entrega dos documentos dos candidatos ,será nos dias 7,8,9 de Novembro ,na  Galeria Olido Rua São João 473 das 13h00 as 18h00.
 
Por Favor divulguem  nas suas redes , (universidades , coletivos culturais, equipamentos culturais. )
 
 
 
seguem os links para acessar o Edital Vocacional 2012 e seus anexos.
 
Grata e abçs
 
Ana Cristina  C. De Araujo  Petersen ( Nininha  araujo)
( Coordenadora Geral do Programa Vocacional)
 
 
Edital:
 
 
Anexos:
 
 


São Paulo: 4ª edição do Festival Contemporâneo de Dança de São Paulo, no CCBB e na Olido


Canal Aberto - Márcia Marques
canal.aberto@uol.com.br
escreveu


4º Festival Contemporâneo de Dança 2011
Evento traz ao público brasileiro a diversidade das ousadas propostas artísticas desenvolvidas nos últimos anos no âmbito nacional e internacional


Cena de “ÂATABA”

De 1º a 13 de novembro de 2011 será realizada a 4ª edição do Festival Contemporâneo de Dança de São Paulo, contemplado em 2008 com o prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) pela produção, difusão e formação em dança.
A intenção do festival, desde sua criação, foi aproximar o público à diversidade de propostas artísticas recentes, tanto em nível nacional, como internacional. Como forma de estreitar laços entre produções, artistas e públicos, o FCD considera essencial o compartilhamento do conhecimento propiciado pelas oficinas ministradas durante a programação, e fundamentalmente, a possibilidade de reflexão sobre os rumos e os desafios da dança contemporânea.
A direção artística do evento é da coreógrafa Adriana Grechi e a direção geral de Amaury Cacciacarro Filho. Essa edição será realizada no Centro de Dança Umberto da Silva, na Galeria Olido, e no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo. Todas as atividades do festival são gratuitas.

A programação
Reunindo artistas da Alemanha, Marrocos, Holanda, Espanha, Uruguai e Brasil, serão apresentados, em duas semanas de programação, 11 trabalhos ousados, de artistas nacionais e internacionais. Apesar de vários espetáculos serem inéditos, o festival entende que a obra não se esgota em sua estreia, é passível de transformação, adquirir delicadezas e nuances que só apresentações reincidentes podem conferir ao trabalho. Alguns deles nasceram de work in progress em edições passadas, outros do diálogo artístico entre criadores, mas revisitar os passos dados, tendo em mente o caráter processual da dança, atualiza nosso olhar sobre as obras em questão.
As produções internacionais do festival chegam ao país com importantes artistas da dança contemporânea em seus países de origem. É o caso do coreógrafo marroquino Taoufiq Izeddiou, que vem com dois trabalhos, “AATABA” e “AALEEF”, Paz Rojo, de Madri, apresenta “LO QUE SEA MOVIÉNDOSE ASÍ”, o sueco Jefta van Dinther, que já trabalhou com Xavier Le Roy, uma das referências da dança contemporânea na Europa, mostrará “KNEEDING”, obra criada com Fredéric Gies e com o brasileiro Thiago Granato, que mora na Europa há vários anos. E, pela primeira vez no Brasil, Eszter Salamon, húngara radicada em Berlim, que apresenta “DANCE FOR NOTHING”, solo que dialoga com a obra “LECTURE OF NOTHING” de John Cage.

A programação voltada às produções nacionais traz artistas das capitais do Paraná, Minas Gerais e São Paulo: Michelle Moura, integrante do coletivo Couve-flor (Curitiba) apresentará “CAVALO”, Marcelo Gabriel (Belo Horizonte) mostra “QUANDO O SOL BRILHA MAIS FORTE A SOMBRA É MAIS ESCURA” e, da capital paulista, Cristian Duarte dança “THE HOT ONE HUNDRED CHOREOGRAPHERS” e também dirige Sheila Arêas, em “CORNÉLIA BOOM” e Ricardo Iazzetta faz “NOIVA DESPEDAÇADA”.
Além das apresentações, serão oferecidas duas palestras: “CORPO SEM ORGÃOS” com o filósofo e criador da Escola Nômade de Filosofia Luiz Fuganti, e “CORPOMÍDIA” com a dramaturgista Rosa Hercoles, coordenadora do Curso Comunicação das Artes do Corpo PUC-SP.
Ampliando as ações de formação artística e de formação de público, este ano foi inaugurado o Projeto de Residências Artísticas (P.A.R.), recebendo três jovens artistas de Montevidéu para uma imersão na programação do festival. Em contrapartida, a fim de estreitar os vínculos com o público e os artistas locais, as residentes apresentarão o trabalho “UD. PREGUNTARÁ POR QUÉ BAILAMOS”, seguido de uma conversa com Rosa Hercoles. Completando a iniciativa, as oficinas de criação desta edição, destinadas à partilha dos procedimentos e as questões que orientam as práticas dos artistas convidados, serão conduzidas por Salamon, Izeddiou, Moura e Dinther.

O Festival
A proposta do Festival Contemporâneo de Dança é apresentar trabalhos com linguagens próprias e singulares em dança contemporânea, reunindo artistas que questionam formas de representação e propõem outras percepções e maneiras de olhar o mundo. O festival é um espaço de aproximação, uma forma de compartilhar possibilidades, exercitar o diálogo e estimular o espectador nas suas capacidades críticas e criativas.
Nascido em 2008 através da união de artistas e produtores, o festival vem se transformando e evoluindo, assumindo como uma de suas principais vocações o papel de formador de público para dança contemporânea e fomentador da produção de jovens artistas e pesquisadores.
O festival, nessa edição, tem o apoio do Centro Cultural Banco do Brasil, Caixa Cultural, da Secretaria Municipal de Cultura, da Secretaria de Estado da Cultura, do Centro Cultural da Espanha, do Consulado Geral da Holanda, do Instituto Goethe e do jornal Folha de São Paulo.


Cena de "Aaleef"


PROGRAMAÇÃO 2011
SEMANA 1
1 e 2 de novembro, terça e quarta
CCBB 19h30: “CAVALO” Michelle Moura (Curitiba) + “CORNÉLIA BOOM” Sheila Arêas e Cristian Duarte (São Paulo)
“CAVALO” (10 anos, 25 minutos) Através de alterações no padrão respiratório, projeções visuais e da deformação da voz, Moura propõe um espaço de alucinações e revela um corpo matéria atravessado por energias e pulsações distintas.

“CORNÉLIA BOOM” (10 anos, 40 minutos) Arêas e Duarte incorporaram os procedimentos técnicos da artista plástica britânica Cornelia Parker e os transferiram para a dança. “Cornélia Boom” apresenta uma dança ambivalente, explicitando a fisicalidade que antecede a escolha de uma ação.

3 e 4 de novembro, quinta e sexta
CCBB 19h30: PROJETO P.A.R.: “UD. PREGUNTARÁ POR QUÉ BAILAMOS” Natalia Burgueño, Ana Oliver e Carolina Guerra (Montevidéu) http://vimeo.com/24414636/
“UD. PREGUNTARÁ POR QUÉ BAILAMOS” (10 anos, 50 minutos) documenta um processo criativo que fala de memórias atrofiadas, pequenas homenagens, desejos, fracassos, paixões e conflitos existenciais em relação à dança, à criação e à fragilidade do ser humano.

OLIDO 21h: “ÂATABA” Taoufiq Izeddiou e Cia Anania (Marrakech) www.youtube.com/watch?v=H_qAZwrDcV8
“ÂATABA” (10 anos, 50 minutos) trata de limiares, espaços a serem atravessados. Izeddiou explorou novos locais no Marrocos destinados a festa e a liberação do corpo. As bailarinas em “ÂATABA” revisitam estados físicos que são inventados nestes subsolos onde o corpo se torna uma porta aberta para a mistura de hábitos, rituais, atitudes e músicas.

5 de novembro, sábado
CCBB 19h30: “AALEEF” Taoufiq Izeddiou (Marrakech) http://vimeo.com/23759009
“AALEEF” (10 anos, 50 minutos) quer dizer “eu me transformo”. Solo do coreógrafo Taoufiq Izeddiou que trata a questão da identidade como uma ferida aberta. Izeddiou praticou boxe, teatro e arquitetura antes de se dedicar à dança contemporânea.

OLIDO 21h: “KNEEDING” Jefta van Dinther (Estocolmo/Amsterdã)
“KNEEDING” (10 anos, 60 minutos) explora as relações entre o que acontece dentro de um corpo e fora dele: como processos internos se manifestam externamente e como o exterior influencia o que está no interior.

6 de novembro, domingo
CCBB 14h30: PALESTRA COM LUIZ FUGANTI: “CORPO SEM ORGÃOS”
Palestra com o filósofo e criador da Escola Nômade de Filosofia Luiz Fuganti.

CCBB 16h30: PROJETO P.A.R.: CONVERSA COM ROSA HERCOLES
Conversa pública com a dramaturgista Rosa Hercoles e as bailarinas Ana Oliver, Carolina Guerra e Natalia Burgueño, integrantes do projeto P.A.R. - um programa de imersão no FCD voltado para jovens artistas do Brasil e da América Latina.
CCBB 18h: “AALEEF” (10 anos, 50 minutos) Taoufiq Izeddiou (Marrakech)
OLIDO 19h30: “KNEEDING” (10 anos, 60 minutos) Jefta van Dinther (Estocolmo/Amsterdã)

SEMANA 2
8 e 9 de novembro, terça e quarta
CCBB 19h30: “DANCE FOR NOTHING” Eszter Salamon (Budapeste/Berlim)
“DANCE FOR NOTHING” (10 anos, 60 minutos) Neste solo, Eszter Salamon recita a música de John Cage “Lecture on Nothing” (1949) e, simultaneamente, dança com o objetivo de criar uma coreografia de movimentos justapostos à peça textual.

10 e 11 de novembro, quinta e sexta
CCBB 19h30: “NOIVA DESPEDAÇADA” Ricardo Iazzetta (São Paulo) htpp://vimeo.com/16904375
“NOIVA DESPEDAÇADA” (14 anos, 50 minutos) dialoga com a jornada do herói, que impulsionado por uma contingência, cruza um limite para retornar outro, e ainda assim aquele um, e nunca mais o mesmo.

OLIDO 21h: “HOT 100 - THE HOT ONE HUNDRED CHOREOGRAPHERS” Cristian Duarte (São Paulo) http://vimeo.com/25169578  senha: 100
“HOT 100 - THE HOT ONE HUNDRED CHOREOGRAPHERS” (10 anos, 60 minutos) toma como assunto e material coreográfico 100 trechos-obras de 100 coreógrafos, tratando a criação e performance como um dispositivo para se pensar em forma, criação, produção, autoria, excesso, contexto e resolução.

12 de novembro, sábado
CCBB 19h30: “QUANDO O SOL BRILHA MAIS FORTE A SOMBRA É MAIS ESCURA” Marcelo Gabriel (Belo Horizonte)
“QUANDO O SOL BRILHA MAIS FORTE A SOMBRA É MAIS ESCURA” (14 anos, 50 minutos). O espetáculo versa sobre o retorno de ideologias fascistas no mundo moderno, como este discurso está inserido na indústria da moda, na política e na linguagem contemporânea.

OLIDO 21h: “LO QUE SEA MOVIÉNDOSE ASÍ” Paz Rojo (Madri) http://www.livestream.com/tvtron/video?clipId=pla_c9cb4d4c-d9b2-4907-86d1-83546047d836
O solo “LO QUE SEA MOVIÉNDOSE ASÍ” (14 anos, 40 minutos) lida com a ideia de “Corpo” como o nome dos limites impostos. Rojo propõe que este “Corpo” é sempre o corpo dos outros.

13 de novembro, domingo
CCBB 16h: PALESTRA COM ROSA HERCOLES: “CORPOMÍDIA”
Palestra sobre a teoria “Corpomídia” de Helena Katz e Christine Greiner com a dramaturgista coordenadora do Curso Comunicação das Artes do Corpo PUC-SP Rosa Hercoles.
CCBB 18h: “QUANDO O SOL BRILHA MAIS FORTE A SOMBRA É MAIS ESCURA” (14 anos, 50 minutos) Marcelo Gabriel (Belo Horizonte)
OLIDO 19h30: “LO QUE SEA MOVIÉNDOSE ASÍ” (14 anos, 40 minutos) Paz Rojo (Madri)

OFICINAS DE CRIAÇÃO – GALERIA OLIDO
“DANÇA CONTEMPORÂNEA E RITUAL GNAWA”
Com Taoufiq Izeddiou e o músico Adil Amimi (Marrakech)
1 e 2 de novembro, das 15h às 19h

“KNEEDING WORKSHOP”
Com Jefta Van Dinther (Estocolmo/Amsterdã)
3 e 4 de novembro, das 15h às 19h

“CHOREOGRAPHIC PROBLEMS”
Com Eszter Salamon (Budapeste/Berlim)
4, 5 e 6 de novembro, das 15h às 19h

“POSICIONAR/ REPOSICIONAR-SE”
Com Michelle Moura (Curitiba)
3 a 7 de novembro, das 13h às 19h



Danzareportaje


Serviço
CCBB - Centro Cultural do Banco do Brasil
Rua Álvares Penteado, 112 - Próximo às estações Sé e São Bento do metrô
Telefones(11) 3113-3651 (11) 3113-3651 e 3113-3652 Site: www.bb.com.br.
Ingressos: gratuitos, distribuídos uma hora antes
Galeria Olido
Avenida São João, 473, Centro, São Paulo, SP - Próxima à estação República do metrô
Telefone: 011 3397-0171 Site: www.galeriaolido.sp.gov.br
Ingressos: gratuitos, distribuídos uma hora antes

 Canal Aberto Assessoria de Imprensa
Fones: 011 2914 0770/ 3798 9510
Márcia Marques: 011 9126 0425
Lau Francisco: 011 8807 6467
Twitter: canalaberto / Skype: canal.aberto



Noiva despedaçada


terça-feira, 25 de outubro de 2011

São Paulo: Eutonia com Jean-Marie Huberty e Luciana Gandolfo


Sala Crisantempo
crisantempo@salacrisantempo.com.br
enviou


Oficina com Jean-Marie Huberty e Luciana Gandolfo

clique para ampliar


Sala Crisantempo
Rua Fidalga, 521 - Vila Madalena
05432-070 - São Paulo SP - Brasil
Telefone: 55 11 3819 2287



São Paulo: Sasha Waltz somente neste fim de semana no Teatro Alfa


Teatro Alfa
convida


clique para ampliar


Acesse o site do Teatro Alfa


São Paulo: DIWALI - Festival das Luzes para Lakshmi no Teatro Gazeta dias 25, 26 e 27 de outubro


Projeto Lakshmi 
convida



Apresenta:
"DIWALI - Festival das Luzes para Lakshmi"
no Teatro Gazeta, dias 25, 26 e 27 de outubro, às 20h30.

O Diwali é um dos mais importantes festivais indianos. Nesse dia, todos celebram a Deusa da abundância e da prosperidade, Lakshmi, com fogos, dança, música e luzes.

A missão deste Projeto é incentivar a união entre as culturas ocidental e indiana através da arte, possibilitando a expressão de artistas de diversas áreas e trazendo para o público a importância da energia feminina como fluxo de prosperidade.
Sem fins lucrativos, em parceiria com a ONG Gotas de Flor com Amor.


Um grandioso espetáculo de dança, teatro
e música, cheio de cores, luzes e magia,
que mescla a milenar tradição indiana
à cultura ocidental.

clique para ampliar

Adquira o seu ingresso:

pela internet www.teatrogazeta.com.br,
pelo telefone (11) 4003-1527
na bilheteria do teatro: Av Paulista 900 (Metrô Trianon MASP)
ou na Escola Esotérica do mestre Daniel Atalla
Rua Apeninos 306 - Paraíso - tel (11) 3209-4457
R$ 40,00 inteira | R$ 20,00 meia





segunda-feira, 24 de outubro de 2011

São Paulo: Tango Iniciante - Primeira aula nesta quarta-feira dia 26/10


Margareth e Vitor
margarethvitor@uol.com.br
escreveram


Nesta quarta-feira, dia 26/10
Aproveitem, última turma inicinate do ano!

 Curso de Tango Iniciante com
Margareth Kardosh e Vitor Costa
 Quartas-feiras das 21h30 às 23h00 

Curso com 12 aulas
Valor: 3x R$122,00
Local: Espaço de Dança Andrei Udiloff
Rua Simão Álvares, 714 Fones: 3813 6196 ou 3814 8251


clique para ampliar


Audição São Paulo Companhia de Dança : TEMPORADA 2012


Valeria Cano Bravi
encaminhou





São Paulo Companhia de Dança anuncia
 
AUDIÇÕE|TEMPORADA 2012
 
para contratação de bailarinos profissionais,
de ambos os sexos, a partir de 18 anos completos.
 
Realização dias 11 e 12 de novembro.
 
Inscrições até dia 03 de Novembro de 2011.
 
Regulamento e ficha de inscrição pelo site:
 
informações: audicao@spcd.com.br




domingo, 23 de outubro de 2011

Curta da Porto ALEGRE Cia de Dança é selecionado para Festival Uruguaio


Amanda Jansson Breitsameter
escreveu


Olhos Fechados no Sol
O Filme é selecionado para o Festival Internacional de Videodanza del Uruguay

Olhos Fechados no Sol - O Filme, curta da PORTO ALEGRE CIA DE DANÇA, fará sua estréia em terras estrangeiras no Festival Internacional de Videodanza del Uruguay - FIVU 11. O Festival que se realiza a cada dois anos, acontece de 24 a 30 de outubro em Montevidéu. 

Este ano o evento iniciará com dois dias de apresentações de dança com grupos da Argentina, México e Uruguai, no Teatro Solis. Logo, na Cinemateca Uruguaia, começa a mostra de vídeo-dança dividida em duas plataformas, uma nacional e outra internacional, formando 14 programas. O Festival não tem caráter de concurso, mas realiza uma seleção prévia dos vídeos estrangeiros que serão projetados, tendo nesta edição participação de trabalhos de Espanha, Inglaterra, Canadá, Russia, China, EUA, Itália e de todos os países da América Latina.

Olhos Fechados no Sol - O Filme - O FILME será apresentado dia 27 de outubro, às 21h30min, dentro da progamação 4 de video-dança internacional.

O QUE É OLHOS FECHADOS NO SOL - O FILME?

É o curta-metragem produzido pela Besouro Filmes em parceria com a Companhia, inspirado no espetáculo de dança de mesmo nome coreografado pelo escocês Mark Sieczkarek para a PORTO ALEGRE CIA DE DANÇA em 2008, ano que marcou o lançamento da Companhia.

As cenas do filme foram gravadas em 2010, durante três dias, em ruas de Porto Alegre, na Usina do Gasômetro, na sala Álvaro Moreira e em praias do litoral do Rio Grande do Sul. A concepção e realização são da equipe composta pelos cineastas Bruno Polidoro, Gabriel Faccini e Lívia Santos. Um trabalho autoral que cria uma nova ficção com os mesmos personagens do espetáculo, rompendo assim os limites do palco. No elenco Beta Pedroni, Béthany Martinez, Giuli Lacorte, Igor Pretto, Luana Lacerda, Marcius Lindner, Maria Albers, Stefanie Pretto, Tânia Baumann, Thiago Rieth, Yan Chiochetta e a participação especial de Mark Sieczkarek. A música foi especialmente composta por Bruno Pi, Caetano Gisi, Diego Oliveira, Gabriel Faccini e Luciano Faccini.

Este vídeo integra o projeto de turnê regional COM OLHOS NO RIO GRANDE – 2009, fruto do intercâmbio da Companhia com a Mark Sieczkarek Co., sediada em Wuppertal. O projeto foi patrocinado pelo Grupo CEEE e financiado pela LIC – Lei de Incentivo à Cultura do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, com o indispensável apoio da Secretaria de Cultura do Município e Goethe Institut Porto Alegre.

Estão todos convidados a visitar "nuestro país hermano" para acompanhar a programação do Festival. Estamos organizando uma caravana e todos são bem vindos. Para aqueles que não poderão assistir ao lançamento, colocamos abaixo o filme.


QUEM É A PORTO ALEGRE CIA DE DANÇA?

A PORTO ALEGRE CIA DE DANÇA fez sua estreia dia 29 de março de 2008, no Theatro São Pedro, dentro das comemorações dos 236 anos da cidade, com  o espetáculo Olhos Fechados no Sol coreografado pelo convidado  Mark Sieczkarek.

Depois de se apresentar em Porto Alegre, a Companhia realizou sua estreia nacional em São Paulo. Também realizou uma turnê pelo Rio Grande do Sul - Com Olhos no Rio Grande - quando apresentou a peça e realizou workshops de dança e mesas-redondas em diversas cidades gaúchas.

A PORTO ALEGRE CIA DE DANÇA já realizou em Porto Alegre, em pleno domingo no Parque da Redenção, o evento de dança Vem Dançar com a Companhia, quando centenas de pessoas tiveram momentos de interação e prazer, dançando conduzidas pelo coreógrafo Sieczkarek.

Mais recentemente, a Companhia apresentou em Porto Alegre a obra As Únicas Coisas Eternas São As Nuvens, do coreógrafo convidado João Butoh. João realizou uma peça única, fresca e cheia de originalidade, aliando a dança butoh, típica do Japão, às poesias do ícone gáucho, Mario Quintana.

Entre final de 2010 e início de 2011, a PORTO ALEGRE CIA DE DANÇA realizou sua estreia internacional, apresentado-se em diversas cidades da Alemanha ao lado de bailarinos da Mark Sieczkarek Company, no espetáculo Eu Estive Aqui, que já havia sido apresentado em Porto Alegre em pré-estreia e encantou o público europeu.

No início de 2011, nasceu a Escola da PORTO ALEGRE CIA DE DANÇA, projeto pioneiro na formação de bailarinos na Capital gaúcha.



Conheça o blog da Escola PORTO ALEGRE CIA DE DANÇA 
Amanda Jansson
Assessoria de Imprensa 
PORTO ALEGRE CIA DE DANÇA